Seja bem-vindo(a) ao meu Blog. Sou Mário Jorge Lima, e abaixo estão textos meus, apresentados como sermões, palestras, ou simplesmente frutos de minhas reflexões pessoais.

Sou pai dessas 5 moças ao lado, Mariana, Isabela, Júlia, Laura e Luíza, a quem amo mais que a mim mesmo. Quando escrevo sobre assuntos espirituais, quando apresento palestras ou sermões, é primeiramente para elas e pensando nelas que estou escrevendo e falando.

Esses textos, atualizados sempre que eu os crio, e para isso não tenho uma periodicidade definida, são o legado escrito que deixarei a elas, sem erudição, sem proselitismo, sem "filosofismos". São as coisas em que de fato creio e pelas quais hoje vivo. Se Deus me der o tempo e a chance necessários, ainda pretendo escrever um livro com estas reflexões. Se não conseguir, elas estarão pra sempre aqui nesse Blog.

OBS: As palestras são organizadas com as mais recentes sempre no Topo.

Postado em: quarta-feira, 14 de agosto de 2019

MARANATA!

MARANATA!
15/08/2019

Acabei de assistir a alguns noticiários, e confesso que quando olho o cenário mundial e vejo o que está acontecendo na política e na economia dos países, sinto claramente que tudo que se faz são experimentos que geram soluções apenas paliativas, nenhuma delas permanente, e vejo quão firmemente marchamos para o cumprimento das profecias e da escatologia bíblica.

Nos dias de hoje, abraçar ideologias políticas humanas, sejam de que viés forem, idealizar figuras políticas ou mesmo países, como capazes de resolver de forma eficiente os problemas que afligem a humanidade, contar com dias melhores de paz e prosperidade à frente, podem até parecer posturas coerentes, sensatas e cidadãs, mas, para quem conhece o conflito cósmico que é o verdadeiro pano de fundo por trás dessa cortina de fumaça, a realidade é outra.

Engana-se, infelizmente, o crente, principalmente o do advento, que não quer enxergar isso, e se envolve com o que está na superfície. À medida que potências importantes como Estados Unidos, Alemanha e China se aproximam de recessões econômicas, e forças de direita e esquerda se sucedem desordenada e ciclicamente no comando da política dos países, vemos como Deus administra e move o braço da história para cumprir Seus propósitos.

Hoje, mais do que nunca, temos que voltar ao Evangelho puro de Cristo Jesus. Nossa pregação e nossos púlpitos estão eivados de contrafações do Evangelho. Como pregador leigo, viajando por todo o Brasil, tenho visto sermões sem Bíblia, em que ela é apenas uma referência distante. Tenho visto sermões filosóficos. Tenho visto alguns que mais parecem palestras de autoajuda ou do chamado "coaching cristão". Outros estão contaminados pelas ideologias políticas. Nosso discurso como igreja está adoecendo.

Também vejo a teologia e o estudo sério e sistematizado das Escrituras sendo substituído pela sociologia. Nesse caso, Jesus talvez dissesse: “Deveis usar estas coisas, mas, sem jamais omitir aquelas”. Então, recorro à Bíblia e encontro assertivas inspiradas e orientadoras do tipo:

"Porque os judeus pedem sinal, e os gregos buscam sabedoria. Mas nós pregamos a Cristo crucificado, que é escândalo para os judeus, e loucura para os gregos. Mas para os que são chamados, tanto judeus como gregos, lhes pregamos a Cristo, poder de Deus, e sabedoria de Deus." I Cor. 1:23-24.

"E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado." I Cor. 2:1-2.

Recorro também à nossa literatura denominacional e encontro coisas assim:

“A mensagem da justiça de Cristo soará de uma à outra extremidade da Terra, a fim de preparar o caminho ao Senhor. Essa é a glória de Deus com que será encerrada a mensagem do terceiro anjo” TI, v. 6, p. 19

"O Senhor deseja que Seus servos preguem hoje a antiga doutrina do Evangelho – tristeza pelo pecado, arrependimento e confissão. Precisamos de sermões à moda antiga, costumes à antiga, pais e mães em Israel à antiga. É preciso trabalhar pelo pecador com perseverança, zelosa e sabiamente, até que ele veja que é transgressor da lei de Deus, e exerça arrependimento para com Deus e fé no Senhor Jesus Cristo.” ME, v. 2, p. 18-19.

Se você é um crente salvo pela Graça, independentemente de ser um pregador ou não, fique esperto, não se iluda, saiba que o Evangelho "é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê" (Rom. 1:16).

Que Deus nos ilumine para que exerçamos nosso papel de atendimento aos pobres e necessitados, que são, sim, alvo do Evangelho, mas, sem perder de vista a grande comissão dada por Cristo antes de voltar temporariamente aos Céus (Mat.28:18-20), e sem descuidarmos da missão que temos de preparar um povo pra vê-Lo voltar.

MARANATAAA!

Autor: Mário Jorge Lima
São Paulo, 14/Agosto/2019.

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso [a salvação pela graça] não vem de vós; é dom de Deus.” Ef. 2:8.