Postado em: quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Reflexões Sobre a Graça - 27 - NATAL, GRAÇA E SALVAÇÃO

NATAL, GRAÇA E SALVAÇÃO

24/12/2015

O episódio da anunciação me toca ainda mais até do que o do próprio nascimento de Jesus. Já falei sobre isso aqui, e vez por outra volto a esse assunto, porque me emociona. Aquele diálogo de Maria com o anjo que lhe anunciou a gestação, em seu corpo, do Filho de Deus encarnado em natureza humana, um processo que não temos a menor condição de compreender, contém toda a doutrina da Graça, toda a ciência da Salvação.

Primeiramente, destaque-se a doçura, o carinho com que o arcanjo Gabriel tratou Maria, uma humilde representante do sexo feminino, naquela sociedade patriarcal e machista. Dá pra sentir isso no curto texto bíblico: "E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Alegra-te, bem aventurada! O Senhor é contigo." Luc. 1:28. E quando ele percebeu a agitação dela e como ficou perturbada, ainda acalmou-a: "... Mas o anjo lhe disse: Maria, não temas." Luc. 1:30.

Ali também notamos a Graça brotando nas palavras do anjo: “Maria, não temas, porque alcançaste graça diante de Deus.” Luc. 1:30. E podemos entender, não somente Maria, mas, toda a humanidade estava sendo coberta pela Graça abundante e salvadora que emanava daquela cena fantástica e incompreensível para nossas mentes degeneradas por milênios de pecado. (Tito 2:11).

Mas, há mais emoções e ciência salvífica naquela cena:

“Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum? Respondeu-lhe o anjo: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra; ... Então, disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra.” Luc. 1:34,35,38.

Fórmula divina do processo de Salvação. Evidencia a ação de Deus e a reação do ser humano, não o contrário. Querem ver?

AÇÃO DE DEUS: "Vou cobrir você com a Minha sombra, com o Meu poder, com o Meu Espírito, vou justificar você, em seguida vou transformar e santificar você, e no futuro quero glorificar você, para que possa viver comigo para todo o sempre. E isso é de graça. Totalmente de graça." Ação completa e mérito total da parte de Deus, o grande provedor da Graça e da Salvação.

REAÇÃO DO SER HUMANO: "Aqui está o Teu servo. Que se cumpra em mim conforme a Tua palavra! Eu creio nisso, Senhor! E eu quero isso!" Eia aí, a reação esperada e consequente, totalmente sem mérito, do ser humano, o desfavorecido e indigno usuário da Graça e da Salvação.

Não é preciso nem desenhar, está claríssimo, definitivamente simples. E que ninguém fique preso às alegações sobre datas erradas e símbolos pagãos. Em qualquer data ou época do ano e da vida, os verdadeiros símbolos do Natal são: essa submissão “mariana” ao propósito de Deus e a aceitação de Sua Graça soberana. Maria, provavelmente entendeu muito pouco do que lhe acontecia, mas, guardou aquilo em seu coração e se curvou ao propósito maior, que ela sabia que existia por trás de tudo. Isso chama-se fé, aliás mais do que fé, chama-se confiança plena.

Portanto, comemore o Natal sim, sem constrangimentos. Não quer fazer uso do que considera paganismo? Não faça. Aliás, saiba, então, que você teria que deixar também centenas de outras coisas e atitudes corriqueiras do seu dia-a-dia em função disso. Mas, não vou discutir isso aqui, não use e pronto. Mas, aproveite o clima de bem-querer e tolerância que parece existir em quase todos os lugares e pessoas nessa época, e fale de Cristo Jesus. Tenha a consciência daquilo que o verdadeiro Natal celebra, e eu sei que você cristão salvo pela Graça sabe o real significado. Mesmo em meio a comemorações e presentes, você tem, sim, a exata consciência do que a vida, morte e ressurreição do Filho de Deus representam. E depois, caso prefira, comemore o Natal também em Abril, em Maio, em Outubro, quando você quiser, em todos os dias e até o fim da sua vida. Sinta a alegria e certeza da salvação que vêm única e totalmente pelos méritos de Cristo Jesus que lhe foram transferidos quando você creu, que lhe são comunicados na sua caminhada e relacionamento com Deus e que serão incorporados em você para sempre, quando Ele voltar. FELIZ NATAL!

São Paulo, 24/Dezembro/2015.

Autor: Mário Jorge Lima
São Paulo, 24/Dez/2015.

“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso [a salvação pela graça] não vem de vós; é dom de Deus.” Ef. 2:8.

0 comentários:

Postar um comentário

Esse Blog não se prestará a polêmicas doutrinárias, é apenas devocional. Você não precisa concordar comigo e pode dar sua opinião livremente, se não for agressiva nem fugir aos princípios de convivência cristã, será publicada.