Postado em: quarta-feira, 15 de abril de 2015

Pérolas Esparsas - 13 - ESSENCIAL

ESSENCIAL

15/04/2015

Às vezes, para não dizer sempre, corro o risco de me perder em considerações institucionais, esquecendo-me da religião pessoal. Isso equivale a se ter lei sem graça, obediência sem relacionamento, justiça sem misericórdia, retidão sem amor, obras sem fé, busca da excelência sem perdão, conhecimento sem fruto do espírito, doutrina sem religião, teologia e hermenêutica sem Cristo Jesus.

Em diversas ocasiões, principalmente quando escrevo meus textos ou preparo meus sermões, me descubro examinando detalhes e procurando mil referências em relação a uma passagem das Escrituras, tentando dar um novo enfoque ou interpretação a um velho e “desbotado” versículo bíblico, e esqueço-me que nele mesmo ou ali, bem ao lado, está claro como um dia, pra ser entendido por uma criança, algo muito mais essencial pra minha vida espiritual.

Isso não significa que devemos ignorar coisas como lei, obediência, justiça, retidão, obras, busca da excelência, conhecimento, doutrina, teologia e hermenêutica. Mas, se ignorarmos ou dermos menor atenção a elementos como graça, relacionamento, misericórdia, amor, fé, perdão, fruto do espírito, religião e Cristo Jesus estaremos jogando fora o essencial da vida cristã e correndo sérios riscos de nos perdermos em nossa busca por salvação.

Acredito, sinceramente, que na eternidade teremos pessoas que, nessa vida, nunca souberam o que vinham a ser as leis de Deus ou nunca chegaram a compreensões doutrinárias corretas, mas, será impossível encontrar quem não tenha aceitado a graça de Deus ou manifestado amor genuíno ao seu semelhante.

Tenho pedido ultimamente a Deus pra que eu não viva duas, três, quatro diferentes vidas, mas apenas uma, e que essa seja antenada, plugada, conectada na Videira verdadeira. De modo que ao discutir uma questão teológica qualquer ou praticar uma obra de retidão, eu possa ser identificado claramente, por minhas palavras e posturas, com a mesma pessoa que lá adiante demonstra fé, bondade e amor no trato com o meu próximo.

Como bem disse o Salvador, devemos buscar certas coisas que são essenciais sem omitir outras tantas que também são importantes. E, lembrando sempre, como disse o apóstolo Tiago, que “... a misericórdia triunfa sobre o juízo.” Tiago 2:13 up.

Mário Jorge Lima./ /
São Paulo, 15/Abril/2015.

Autor: Mário Jorge Lima
São Paulo, 15/Abril/2015.
“Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso [a salvação pela graça] não vem de vós; é dom de Deus.” Ef. 2:8.

0 comentários:

Postar um comentário

Esse Blog não se prestará a polêmicas doutrinárias, é apenas devocional. Você não precisa concordar comigo e pode dar sua opinião livremente, se não for agressiva nem fugir aos princípios de convivência cristã, será publicada.